Saiba porque você não deveria usar medicamentos para dormir

Boa parte da população mundial sofre com distúrbios do sono, especialmente a insônia, que é a dificuldade para pegar no sono e se manter dormindo. Existem diferentes maneiras de tratar esses distúrbios e uma delas é o uso de medicamentos sintéticos para dormir.

Os medicamentos sintéticos para dormir são capazes de provocar o sono, pois possuem efeito sedativo e tranquilizante. Vale destacar que o tratamento medicamentoso visa minimizar o estresse, a tensão e ansiedade induzindo o indivíduo ao sono, mas, apesar das boas intenções com o uso desse tipo de remédio, os medicamentos sintéticos para dormir podem trazer alguns prejuízos para a saúde e devem ser evitados, a menos que um médico prescreva.

Existem métodos eficazes e mais benéficos para conseguir dormir, como por exemplo, tomar chás calmantes, praticar exercícios físicos, evitar alimentos estimulantes perto da hora de se deitar e usar um bom colchão. Veja a seguir 3 motivos para evitar o uso de medicamentos sintéticos para dormir!

Os medicamentos sintéticos para dormir podem causar dependência

Um dos principais motivos para evitar o uso de medicamentos sintéticos para dormir é o fato de que esses medicamentos causam dependência. Os usuários normalmente se acostumam às doses diárias e passam a depender de tais medicamentos sedativos, hipnóticos, soníferos, calmantes e ansiolíticos para dormir. Quando o uso é suspenso, eles sofrem com abstinência e a insônia tende a voltar, só que nesse estágio,  o medicamento já não surte o efeito desejado e é preciso recorrer a outros produtos e métodos.

Eles diminuem a atividade cerebral

Os medicamentos sintéticos para dormir realmente induzem os indivíduos ao sono, mas esse sono vem acompanhado a diminuição da atividade cerebral. As substâncias desses medicamentos fixam-se em receptores do cérebro e reduzem a transmissão dos sinais elétricos, inibindo assim o trabalho cerebral e provocando o sono. Como resultado disso, o estado de alerta pode ficar comprometido no dia seguinte.

Quem dirige ou opera máquinas deve fugir dos medicamentos sintéticos para dormir, pois eles aumentam o risco de acidentes.

Podem trazer efeitos colaterais físicos e psicológicos

Os efeitos colaterais variam de medicamento para medicamento, de pessoa para pessoa, mas, de modo geral, os medicamentos sintéticos para dormir podem causar problemas como amnésia, tremores, confusão, náuseas e vômitos, hipotermia, diarreia, alterações visuais, alterações do apetite, etc.

Se você deseja evitar essas consequências físicas e psicológicas do uso de medicamentos sintéticos para dormir, recorra a tratamentos mais simples e naturais para combater a insônia e melhorar sua qualidade do sono.

Por mais que os medicamentos sintéticos para dormir sejam indicados em alguns casos de insônia severa e crônica, seu uso deve ser moderado e acompanhado por especialistas, ainda assim, somente quando métodos mais saudáveis e seguros não surtirem o efeito desejado. Jamais recorra a esses medicamentos por conta própria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *